A violência no namoro e as novas profissões em debate no Orienta.Te e Esperança

Os temas da violência no namoro e das novas profissões estiveram em debate esta semana nos projectos Orienta.Te e Esperança, no âmbito da preparação dos primeiros programas de rádio daqueles centros.

APAV OrientaTe

Sessão da APAV OrientaTe

O Orienta.Te, que dedicará a sua primeira emissão ao tema das relações interpessoais, recebeu a visita da psicóloga da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV), Joana Menezes, que deu uma palestra sobre a violência no namoro, tendo abordado também o tema do bullying homofóbico. Os jovens de Rio de Mouro ficaram ainda a conhecer o site da APAV para Jovens, em www.apavparajovens.pt . O debate foi vivo e no final um dos jovens fez ainda uma entrevista à psicóloga.

Jpeg

“Para Além da Fama” no projecto Esperança

Por seu lado, o Esperança exibiu o documentário “Para Além da Fama”, realizado por Paula Vanina, com presença da realizadora e do coordenador do projecto de onde surgiu o filme, Vítor Ferreira. O encontro inseriu-se na preparação do programa dedicado ao tema dos Talentos da Quinta do Mocho/ Terraços da Ponte, bairro onde se localiza o centro.

Após a exibição de “Para Além da Fama”, que aborda as profissões ditas “não tradicionais” como as de chef de cozinha, modelo, futebolista e DJ, ocorreu um rico debate com os espectadores do Esperança – alguns deles ligados à música e atuando como DJs ou cantores – e os responsáveis pelo documentário, Paula Vanina e Vítor Ferreira, investigador do Instituto de Ciências Sociais. Um dos jovens ligados à rádio também os entrevistou com vista à produção do primeiro programa do Esperança para a RadioActive101.